Rock in Rio 2017 - Eu fui!

Por Flávia Ferreira - quinta-feira, outubro 05, 2017



O Rock in Rio é, simplesmente, o maior festival de música da América Latina. E eu não poderia deixar de participar por, pelo menos, um dia desse grande evento.

Nossa viagem para o Rio foi uma grande aventura ~loucura~
Como a grana era bem contada, quando compramos os ingressos fomos até pesquisar passagens aéreas, mas estava um absurdo de caro e eu me recuso a pagar mais de mil temers para passar apenas um final de semana no lugar. Então, optamos por ir de ônibus, que nos custou menos de 1/4 do valor do avião.

O trajeto de ônibus de SP ao RJ dura cerca de 6 horas + 30 mins de parada, tanto na ida, quanto na volta. A viagem é bem "sofrida", pois chega um momento que não há mais posição confortável para ficar. E, claro, nem se compara com o avião que faz o mesmo trajeto em meia hora.

Saímos da Rodoviária do Tietê na sexta-feira, dia 22, por volta das 18h e chegamos no Rio às 00h30.

O hotel que nos hospedamos fica bem próximo a rodoviária e esse trajeto durou, no máximo, 10 minutos de táxi. 
Ficamos no bairro da Tijuca, atrás da estação de metrô Afonso Pena, que é bem agradável, cheia de prédios e barzinhos. É um lugar bem movimentado durante o dia todo!

Por falar em táxi, ficamos impressionados com a quantidade de veículos amarelinhos pela cidade toda. A ideia inicial era chamar um Uber quando chegássemos por lá, porém tinham tantos táxis na saída da rodoviária que ficamos com medo e decidimos ir assim mesmo. Deu tudo certo!

Descansamos da viagem, tomamos aquele cafézinho da manhã e partimos para o Rock in Rio, que nesse ano teve a instalação da Cidade do Rock na Barra da Tijuca, aproveitando toda a estrutura do Parque Olímpico construído para as Olimpíadas de 2016.
Também foi aproveitado o esquema de transporte e a chegada até lá foi muito tranquila e organizada, usamos metrô e BRT - e praticamente, atravessamos toda a cidade! haha

O local do evento é IMENSO e tem diversas atrações acontecendo durante todo o dia.
Além dos shows, tem stands de patrocinadores, brinquedos radicais (montanha-russa, Megadrop e Tirolesa), distribuição de brindes em alguns locais, lojinhas, restaurantes... O resultado disso é que, se você quer conhecer a maioria dessas coisas, você fica a maior parte do dia andando ou de pé em filas, e é muito cansativo.

As atrações do Palco Mundo no dia 23/09 foram, nessa ordem: Titãs, Incubus, The Who, Guns'n'Roses.


 Chegamos lá no horário de abertura dos portões (14h), conhecemos o espaço e conseguimos agendar nossa ida na montanha-russa. Pegamos fila pra agendar, fila pra brincar... mas foi bem legal.

Depois disso fomos direto para o palco principal pegar um lugar bacana.

O primeiro show iniciou as 19h, ficamos próximos ao corredor central do palco e no começo deu pra ver bem. Conforme os shows foram passando, começou a tumultuar e aí só deu pra ver através do telão.
No penúltimo show já sentíamos o cansaço batendo nas pernas e nas costas... Nossa! Eu estava exausta. 

Presenciamos um recorde sendo batido: o show do Guns'n'Roses foi o mais longo da história do RiR, com quase 4 horas de duração.
E, apesar da voz do Axl não acompanhar a potência da banda, o show foi incrível!


Voltamos para o hotel, de BRT e metrô também, e desmaiamos de exaustão, ficamos até sem tomar o café da manhã porque perdemos o horário. hehe
Almoçamos num bar da Tijuca e voltamos para SP.

Das impressões que tive, posso dizer a vocês:

- O Rio de Janeiro é incrível e vale a visita! Quero voltar com mais tempo para turistar pelas praias, andar de bondinho, visitar o Cristo...

- Participar desse festival é sensacional, porém por conta do cansaço não sei se acaba valendo a pena.
Como disse, passamos o dia todo andando no sol e quando chega no último show não conseguimos nem mais curtir, pois o cansaço é tão grande que torna-se irritação.

Talvez volte nos próximos anos, dependendo das atrações que se confirmarem, mas aproveitarei de forma diferente. Se o objetivo é aproveitar o show de determinada banda, o esquema é chegar mais tarde, se posicionar num local bacana e ficar sentado até o momento do show. Acho que dessa forma amenize o cansaço das pernas, pés e costas.

O próximo RiR no Brasil é só em 2019, mas já estamos de olho no Lollapalloza, que acontece em SP em março/2018, e terá em um dos dias como headliner o Red Hot Chilli Peppers.

E você tem alguma experiência com grandes festivais?
Conta pra mim nos comentários! :*

  • Compartilhe:

Leia também

9 comentários

  1. Thank you for your comment on my blog!

    I follow you too! ;oD

    xoxo Jacqueline
    www.hokis1981.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho mais paciência para grandes festivais. Muito tumulto, muita gente e detesto isso kkkkkkkkkkkk. Mas sem dúvida, deve ser uma experiência única!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. woow, amazing post

    I follow you, I hope you will follow me back
    kisses

    Blog: MagdalenaŠ.

    ResponderExcluir
  4. amazing, so amazing! Like it so much!
    Really interesting event dear!

    New post is on my blog. Visit me, Maleficent

    ResponderExcluir
  5. Apesa de não gostar muito de multidões, sempre tive muita vontade de ir no Rock in Rio, deve ser muito massa ^^

    bjus

    Ari ♥
    www.devoltaaoretro.com.br

    ResponderExcluir
  6. aí que sonho!!
    Tenho muita vontade de ir :D
    bjoka http://diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Ahhh, eu não nasci pra festivais não! kkk Só de ler seu relato já cansei! É pq tbm não sou fã, fãnzona de nehuma banda , né?? ...Já fui em alguns show em estádios, mas show de um artista só, não festival (e já cansei! rsrs!)...

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. nossa, toda a experiencia de ir ao Rock in Rio, um festival dessa magnitude deve msm ser incrível!!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  9. Espero que te tenhas divertido nesse festival de música para todos os gostos!! Excelente final de mês de Outubro para ti!!

    ResponderExcluir